[iS] Homenagem ao Dia Internacional da Mulher

Homenagem do [iS] Team para essas pessoas maravilhosas!!!


@mib2021: “Ruim com elas!!! (Muito) Pior sem elas!!! Parabéns!!!”

@thiagodomx: “O que seria do homem sem a mulher? R: Tendinite”

@ryuguitarfreak: “mulheres existem para serem amadas, não para serem entendidas (Vinicius de Moraes)”

@willjlima: Parte 1 “Não existe dia tao importante para mulheres como o dia que eu nasci. Dia 08 de março”

Parte 2 “existeM dois tipos de mulheres, as neuroticas e as que gostam de apanhar. (Nelson Rodrigues)”

– Como chegamos a esse dia:

O dia 8 de Março é, desde 1975, comemorado pelas Nações Unidas como Dia Internacional da Mulher Neste dia, do ano de 1857, as operárias têxteis de uma fábrica de Nova Iorque entraram em greve ocupando a fábrica, para reivindicarem a redução de um horário de mais de 16 horas por dia para 10 horas. Estas operárias, que recebiam menos de um terço do salário dos homens, foram fechadas na fábrica onde, entretanto, se declarara um incêndio, e cerca de 130 mulheres morreram queimadas. Em 1903, profissionais liberais norte-americanas criaram a Women’s Trade Union League. Esta associação tinha como principal objetivo ajudar todas as trabalhadoras a exigirem melhores condições de trabalho. Em 1908, mais de 14 mil mulheres marcharam nas ruas de Nova Iorque: reivindicaram o mesmo que as operárias no ano de 1857, bem como o direito de voto. Caminhavam com o slogan “Pão e Rosas”, em que o pão simbolizava a estabilidade econômica e as rosas uma melhor qualidade de vida. Em 1910, numa conferência internacional de mulheres realizada na Dinamarca, foi decidido, em homenagem àquelas mulheres, comemorar o 8 de Março como “Dia Internacional da Mulher”.

– Seria verdade?

Onze pessoas estavam penduradas em uma corda num helicoptero.

Eram dez homens e uma mulher.

Como a corda não era forte o suficiente para segurar todos, decidiram que um deles teria que se soltar da corda.

Eles não conseguiram decidir quem, até que, finalmente, a mulher disse que se soltaria da corda pois as mulheres estão acostumadas a largar tudo pelos seus filhos e marido, dando tudo aos homens e recebendo nada de volta e que os homens, como a criatura primeira do mundo, mereceriam sobreviver, pois eram também mais fortes, mais sábios e capazes de grandes façanhas …

Quando ela terminou de falar, todos os homens começaram a bater palmas …  E cairam da corda …

Moral da história => Nunca subestime o poder e a inteligência de uma mulher!!!
Anúncios

[iS]Insert JapanUNderground #03 – Heroic Age

Sinopse:

A chamado da Tribo de Ouro, todas as raças conscientes do universo se lançaram ao espaço. A raça humana é a última a ser lançada, recebendo o título de Tribo de Ferro. Muito tempo passou desde então, e a humanidade está ameaçada de extinção nas mãos da dominante Tribo de Prata. Para salvar seu povo, a Princesa Dejanira inicia uma jornada pela galáxia distante, seguindo as profecias da Tribo de Ouro passada pela família real. Então, encontra um menino chamado Eiji,  indivíduo que detém o poder para salvar a humanidade. Este salvador, é o único ser humano ter sido criado pela Tribo de Ouro antes de eles se afastarem do universo.A jovem princesa dos seres humanos, Dhianeila, ea tripulação da Argonaut – uma nave avançada capaz de viajar entre as estrelas através de pistas chamado Starways – com a missão de encontrar no planeta arruinado Oron. Após cortar um ataque de uma tribo rival, a Tribo de Bronze, a raça humana se ajusta fora em uma viagem de salvação.

Ficha Técnica

  • Tipo: Anime
  • Gênero: Aventura – Ficção Científica – Mecha – Romance
  • Direção: Toshimasa Suzuki
  • Estúdio: Starchild – XEBEC
  • Periodo de exibição no Japão: 01 de Abril de 2007 à 30 de Setembro 2007
  • Episódios: 26
  • Especial/OVA/Movie: Não
  • Site Oficial: http://xebec-inc.co.jp/anime/heroicage/

Opinião @mib2021 – O homem tem essa perseguição pela destruição do mundo seguido de um salvador que dará ao mundo uma situação melhor. E esse anime vem mostrar exatamente isso, e ainda podemos aumentar a lista com uma peculiaridade básica que é onde o seu salvador, ou salvadores, tem que ter o coração puro e diferente da ambiciosa população de humanos (Esqueci de falar dos alienígenas sem cérebro ou sem sentimentos, nesse tem os dois). Apesar dos clichês comuns esse anime de Robôs Gigantes/Mecha, agrada até aos otakus que não gostam desse estilo, devido a junção da comédia romântica, cenas de ação e um roteiro que não deixa cair na mesmice e nem fica enrolando. Com isso, mesmo com os clichês, mostra-se um anime que prende e me fez assisti-lo em dois dias (mesmo eu trabalhando) e o final é diferente, mais interessante. Ou seja, um anime que vale a pena assistir!!!

Notas

  • Animação Gráfica: 8,5
  • Roteiro: 9,5
  • Trilha Sonora: 9,0
  • Dublagem/Interpretação: 9,0
  • Total: 9,0


Onde baixar

Onde ouvir a Trilha Sonora

Abertura

Encerramento

Analise Completa: http://underwold-imagensanimes.blogspot.com/2009/10/heroic-age-anime.html

Extra: Heroic Age (ヒロイックエイジ, Hiroikku Eiji?) é um anime dirigido por Toshimasa Suzuki. Ele é uma história original escrito pelo Ubutaka Tou, o mesmo autor de Fafner, contando as aventuras de um herói no espaço, carregando o peso do destino de toda a humanidade. Assim como Gundam SEEDFafner, ele detém os traços dos personagens de Hirai Hisashi, e será produzido no estúdio Xebec (Love HinaStellvia). Em 23 de julho, 2007, uma adaptação do mangá começou a serialização em Kodansha ‘s Magazine Z. Embora a história seja a mesma, é contada em Iolaus ponto de vista.Cinco guias oficiais também serão publicadas e terão consecutivos lançamentos mensais de julho a novembro de 2007.
O tema da história é baseada em histórias na mitologia grega, especialmente aqueles que cercam a Hercules, em quem o personagem principal se baseia, e seus Doze Trabalhos.Muitos dos outros personagens também são baseados em algumas figuras da mitologia grega; caracteres partes nomes semelhantes aos seus homólogos grego, e como é definida a sua relação com os outros correspondem com histórias grego.  O título da série, Heroic Age, é também uma prova leve para as semelhanças com a mitologia grega, referindo-se ao tempo da Idade Heróica.  As tribos destaque no anime são baseados em Hesíodo ‘s Five Ages of Mankind. 

[iS] MindFuck #4 – Musicas

Após uma pausa gigante, a MF ta de volta, espero que gostem =]

Samba do NERD

TOP GEAR Forró

Funk de LOTR – Montagem do anel

[iS] Insert Stories #02 – Carta de um Apaixonado

Dando continuidade aos nossos projetos, estamos lançando o numero 02 da nossa nova coluna [iS] Insert Stories. Novamente a Blogueira Laise Righi, do Blog Escritoras de Gaveta, faz um remake dos seus contos, relançando assim o seu 2º conto “Carta de um Apaixonado”. Boa leitura para todos!!!

Por: Laise Righi

Carta de um apaixonado

Pergunto-me se será sempre assim… Se todas as vezes que te encontrar meu coração perderá o sentido de ritmo; se todas as vezes que ouvir sua voz sentirei como se meu pulso estivesse a ponto de explodir; se todas as vezes em que você falar comigo eu ter de me concentrar em te esquecer para poder encontrar minha voz em meio a adoração e confusão.
Pergunto-me, ainda, quando você irá perceber a maneira como lhe trato; o jeito protetor em que lhe envolvo todas as vezes que estamos juntos; a maneira de falar com você, sempre me preocupando com as palavras para não magoá-la; o quanto fica a vontade quando está próxima a mim, relaxando sempre, como se lhe fosse retirado um peso das costas.
Talvez eu nunca tenha tal sorte. Talvez a dor esteja sempre presente, esperando apenas para me torturar com sua ausência. Talvez a maneira com que eu lhe trate faça de mim apenas mais um bom amigo para você, e não o amante em que gostaria de ser.
Jamais saberei o quão feliz poderia ter sido ao seu lado, uma vez que não tive coragem de dizer que te amo. Não saberei se você teria dito sim para meu pedido ou se teria dito não; se continuaríamos sendo amigos acima de tudo ou se nossa amizade teria seu fim junto com minha felicidade.
Hoje não tenho como afirmar nada além de que te amo. Sei também que estou feliz por você ter em mim um conforto, um apoio, por mais que me faça sofrer estar perto de você quando você chora por outro, nada mais importa no mundo a não ser te consolar e te fazer ver o quanto é bela e perfeita.
Percebi, portanto, que te amo muito mais do que poderia suportar, mas nunca terei coragem para demonstrar tamanho amor. Espero que um dia você tenha tal sentimento por mim e me deixe saber, para que assim eu seja plenamente feliz.

[iS]Insert COMICS

Olá visitantes do Insert Subject!

Está estreando hoje no [iS] a seção Insert Comics, que irá trazer esporadicamente quadrinhos e tirinhas feitas pensando no conteúdo e na temática de nosso blog. As histórias poderão seguir uma linha contínua de raciocínio ou Apenas trazer situações diversas que acontecem com os integrantes do [iS]. Esse primeiro número, apresentamos uma ocasião entre H.Gaspar e RyuGuitarFreak em uma pequena discussão sobre os achievements (proezas, troféus, etc) dos jogos de Vídeo Game. Será que vocês conseguem descobrir quem é quem nas ilustrações?

Fiquem então com o quadrinho do [iS] Team! (cliquem na imagem para ampliar)

[iS]Insert JapanUNderground #02 – O Retorno

Fala Galera!!!

Eu, Mib2021, estou de volta com a coluna de anime, mangá e tokusatsu para essa nova fase do Blog/PodCast Insert Subject – [iS]. Trago novidades referentes a essa coluna!!! Iremos trabalhar com ela semanalmente trazendo analises de alguns animes, mangás e tokusatsus, contudo não terá somente a minha analise (senão seria a mesma coisa do sistema antigo) e sim de alguns convidados. A participação do público será importante na opinião sobre a analise feita e estaremos aceitando analises do próprio público para postarmos.  E para finalizar as novidades dessa coluna, todo final do mês iremos ter um mini-podcast sobre os animes comentados, com os covidados!!! massa, não?

Sobre a minha escolha de retorno, tinha escolhido outro anime para iniciar bem. Contudo ao assistir esse anime Lamune preferi começar com esta Comédia Rômantica de apenas 12 episódios e assim começar muito bem. Espero que gostem, vamos para a analise.

Sinopse:

Baseado no jogo para computadores Lamune – Garasubin Ni Utsuru Umi (Lamune – O Mar Que Se Reflete na Garrafa de Vidro), relata a história de Kenji Tomosaka e sua irmã Suzuka Tomosaka, que mudaram para uma cidade pequena próxima ao litoral. A nova casa fica de frente para o mar, por isso ao finalizar o transporte das coisas, foram correndo brincar na praia.

Enquanto brincavam, Kenji acaba conhecendo uma menina, Nanami Konoe, que mora ao lado da sua nova casa. A aproximação deles logo se transforma em uma grande amizade, e com o passar dos tempos suas lembranças de infância tornam-se algo bastante precioso. Mas com o retorno do verão eles possuem a oportunidade de recordar algumas dessas lembranças de maneira especial para os dois. (Fonte: Winkipédia)

Ficha Técnica

  • Tipo: Anime
  • Gênero: Comédia romântica
  • Direção: Jun Takada
  • Estúdio: Trinet Entertainment Pincture Magic
  • Periodo de exibição no Japão: 11 de outubro de 2005 à 27 de dezembro de 2005
  • Episódios: 12
  • Especial/OVA/Movie: nenhum

Notas

  • Animação Gráfica: 8,0
  • Roteiro: 9,5
  • Trilha Sonora: 8,0
  • Dublagem/Interpretação: 9
  • Total: 8,5

Opinião @mib2021 – Um anime que prende do início ao fim a todos os amantes de uma boa comédia romântica.  A relação entre esses dois amigos de infância mostra como é possivel viver um amor “eterno e companheiro”, vindo de uma amizade onde um vive para o outro. Se engana quem pensa que terá beijinhos e cenas quentes, (não… não…) haverá muito companheirimos e muitas enrascadas entre o casal principal e seus amigos. O final é emocionante, podendo tirar lagrimas de algumas pessoas mais emotivas. Vale a pena assistir esse anime Kawai!!!

Onde baixar: Site AnimesCenter

Onde ouvir a Trilha Sonora: Site AnimaClub

Abertura

Encerramento

Obs: O anime é baseado no jogo Lamune – Garasubin ni utsuru umi (Lamune – o mar que se reflete na garrafa de vidro). Ele é um jogo para computador onde você pode simular um namoro com uma das garotas do jogo. O jogo foi produzido pela Nekoneko soft, mesma produtora de Mizuiro.

http://www.lamune.jp (Fonte: AnimeBlade)

[iS] Insert Stories – Saudade

Estreamos hoje a coluna Insert Stories, no qual terá a finalidade de trazer contos e crônicas com temas variados. Diferente das outras colunas, esta terá a participação de vários convidados, além do [iS] Team. Dando o ponta pé inicial, teremos como colunista a já experiente Laise Righi do Blog Escritoras de Gaveta.

Por: Laise Righi

Saudade

Sempre odiei aquele sentimento chato que é denominado saudade e me atormenta todos os dias por causa da ausência do meu melhor amigo, portanto resolvi ligar pra ele.
Durante anos ele foi quase toda a razão da minha existência, mas seu envolvimento com idéias que eram péssimas até mesmo para sua saúde, me obrigaram a manter distância por um tempo. Ele resolveu morar em São Paulo até que as coisas melhorassem e ele pudesse voltar a ser o mesmo garoto que era antes.
São Paulo não ficava assim tão longe, era o que pensava quando tentava me reconfortar enquanto a ferida que ele deixou no peito ardia, mas era longe o suficiente para que não houvesse contato por meses, o que me deixou profundamente desesperada.
Procurei às cegas, em meio às lágrimas, em minha estante o pequeno pedaço de papel azul onde estava escrito o telefone de São Paulo que eu tanto tentava evitar. Ao encontrar peguei o telefone e disquei. Alguém atendeu ao primeiro toque.
“Alô?”, arfei de dor ao reconhecer a voz que eu esperava ouvir; a voz dele.
Sua voz atravessou meu corpo e doeu como uma punhalada em meu peito. Senti toda a angústia que estava estocada em meu coração se unir à raiva por suas escolhas, ao amor e à saudade do meu melhor amigo.
Sua voz lembrou-me também do adolescente que ele era antes do desastre; um adolescente comum que estava sempre rindo e sabia exatamente a hora de falar uma palavra de apoio; lembrou-me de quando ele dormia em minha casa… Parecia tão calmo, belo e inocente.
Essas lembranças me fizeram chorar e recordar de minha última promessa: nunca mais ligar.
Percebi que ainda estava ao telefone e que, por trás do meu choro, ele balbuciava palavras que eu não conseguia entender bem. Ele quase gritava meu nome e, a cada intervalo de seus próprios soluços, se desculpava pelas escolhas que havia feito e por ter quebrado todas as promessas de nunca me abandonar.
Nada falei antes de desligar o telefone. Esperei, ainda chorando, para ver se ele retornaria minha ligação, mas ele não o fez; deixei o telefone cair de minhas mãos trêmulas e deixei que as lágrimas secassem.
O pequeno pedaço de papel azul eu decidi jogar fora e, com ele foram todas as minhas esperanças de que tudo voltasse a ser como antes, que meu melhor amigo voltasse a ser meu porto seguro, minha válvula de escape do mundo real e tenebroso para um mundo de fantasias e alegrias.
Mas agora nada mais importa. Alguns anos após o último telefonema que dei para São Paulo.
Nada mais importa, repito à mim mesma. O vazio deixado por ele nunca será preenchido e as bordas da ferida em meu peito estarão sempre inflamadas, ardendo e me atormentando, até que a última gota de sanidade seja retirada do meu ser e eu finalmente me deixe levar por aquele sentimento chato que é denominado saudade.

Link do conto: http://escritorasdegaveta.blogspot.com/2009/07/saudade.html